dom. jul 21st, 2019

Cerca de 30 mil eleitores mineiros voltarão às urnas neste domingo para escolher novos prefeitos

4 min read

Neste domingo (7), cerca de 30 mil eleitores de três municípios mineiros irão voltar às urnas para eleger prefeitos e vice-prefeitos de suas respectivas cidades. Dupla vacância e cassação de chapas eleitas em 2016 são os motivos que levaram à convocação de novas eleições nos municípios de Aguanil, no Centro-Oeste mineiro; Elói Mendes, no Sul de Minas; e Nova Porteirinha, na região Norte do Estado. 

A votação irá acontecer de 8h às 17h e o voto é obrigatório. São convocados os eleitores da 64ª, 147ª e 281ª zonas eleitorais. Os resultados parciais das eleições poderão ser acompanhados por meio do portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), selecionando na aba “Eleição” (canto superior esquerdo) qual a eleição suplementar será consultada. Em seguida, basta clicar o estado de Minas Gerais no mapa, e selecionar, logo abaixo, o município pesquisado. O Disque-Eleitor (148) também estará de plantão no sábado e no domingo para esclarecer qualquer dúvida. 

Nos três municípios, os eleitores que não puderem comparecer às urnas devem justificar no prazo de 60 dias após a eleição – 5 de setembro de 2019.  

Aguanil

A cidade de Aguanil tem 3.907 eleitores que deverão votar no domingo para escolher entre os candidatos Elias Assad Abrão (DEM) e seu vice Maxsalem Trindade Firmino (PSB), que concorrem pela Coligação “A Força do Povo” (DEM/PSB/PSDB), e José Márcio de Oliveira e seu vice Ricardo de Oliveira, pelo Partido Progressista (PP). O novo pleito se dará por conta da dupla vacância no Executivo municipal, ou seja, por causa não eleitoral. 

O prefeito Sebastião Eloi de Souza Campos faleceu em outubro de 2017 e o vice-prefeito, Héliton Goulart Gonçalves, foi cassado (impeachment) pela Câmara Municipal em razão de infrações político-administrativas, em março de 2019. Em razão desses fatos, o juiz eleitoral responsável pelo município requereu ao Tribunal que fossem realizadas novas eleições de forma direta, nos termos da Lei Orgânica do referido município.

O município tem 12 seções eleitorais, distribuídas por quatro locais de votação. Serão utilizadas 12 urnas eletrônicas e mais oito de contingência. Para organizar os trabalhos de votação, estão convocados para trabalhar 48 mesários.

Elói Mendes

Elói Mendes conta com 19.804 eleitores que voltarão às urnas no domingo para escolher entre os candidatos Paulo Roberto Belato Carvalho e seu vice José Horácio Bueno Martins, pelo Partido Verde (PV), e Thiago Joel Tavares (MDB) e seu vice José Ricardo Xavier (PTB), pela Coligação “Para Elói Mendes Mudar de Verdade” (MDB/PTB/PSDB).

As novas eleições foram convocadas em razão de a chapa eleita em 2016, sendo prefeito Wiliam Cadorini e vice-prefeito Marcos Miranda Sodré Mendes, ter sido cassada pelo Tribunal Mineiro pela prática de conduta vedada a agente público em período eleitoral, com confirmação da condenação pelo TSE em abril de 2019. O prefeito, então candidato à reeleição, realizou a 12ª EXPOEM, evento custeado pela municipalidade e que foi considerado como promoção da campanha eleitoral dos ora cassados.

O município tem 55 seções eleitorais, distribuídas por nove locais de votação. Serão utilizadas 55 urnas eletrônicas e seis de contingência. Estão convocados 220 mesários para organizar a votação.

Nova Porteirinha

Em Nova Porteirinha, 5.323 eleitores voltarão às urnas para escolher os novos prefeito e vice. São duas candidatas: Joélia Santos Barbosa (MDB) e sua vice Marlene Barbosa Ribeiro de Menezes (PTC), pela Coligação “Compromisso com o Povo” (MDB/PTC/PSDB) e Regina Antônia de Souza Freitas (PSL) e seu vice Raul Alves da Rocha (PSB), pela Coligação “União e Progresso” (PSL/PSB).

As novas eleições ocorrerão em razão da cassação pelo Tribunal da chapa eleita em 2016, tendo como prefeito Juracy Fagundes Jacome e vice-prefeito Edésio Vital Neto, por abuso do poder econômico e captação ilícita de sufrágio (compra de votos). De acordo com a decisão, teria havido um esquema de compra e distribuição indiscriminada de combustível, em período próximo às eleições, por meio do qual o bem era fornecido a qualquer pessoa que portasse determinado ticket, por ocasião do abastecimento. Juracy foi eleito pelo PMDB e Edésio pelo PSDB.

Na cidade, são 22 seções eleitorais, em sete locais de votação. Serão utilizadas 22 urnas eletrônicas e quatro de contingência. Estão convocados 88 mesários para trabalhar na organização dos trabalhos de votação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.
Advertisment ad adsense adlogger